Inter tenta encontrar padrão tático na temporada

11/09/2015 09:19

O contexto é conhecido: o Inter apresenta um déficit físico que o atrasa em relação aos adversários e ainda não encontrou um padrão tático razoável sob o comando de Argel Fucks. Ambos os defeitos ficaram evidentes na vitória sobre o Palmeiras, quarta-feira, por 1 a 0. Tanto que nem o próprio Argel fez questão de disfarçá-los. A isso soma-se uma quantia importante de desfalques, fatores que podem levar Argel a montar uma retranca para jogar no estádio Couto Pereira, amanhã, diante do Coritiba.

A decisão sai hoje, no único treino antes da partida. Como não faz mistérios sobre a escalação que pretende mandar a campo, o trabalho deve mostrar tanto o esquema quanto os substitutos de Eduardo Sasha e Nilton, suspensos. Outro jogador que pode ficar de fora é D’Alessandro, que deixou o jogo de quarta-feira com uma contratura na região lombar. O argentino será reavaliado hoje, mas tudo indica que ele não viaja a Curitiba.

“No futebol, a primeira coisa que precisamos fazer é defender e recuperar a bola. Depois, pensar em atacar”, observa o zagueiro Paulão, revelando um tipo de pensamento que já começa a ganhar corpo no vestiário. 

Para fechar mais a equipe, possibilidade cogitada pelo próprio Argel após a derrota para o São Paulo, na penúltima rodada, há alternativas. Ele pode, por exemplo, reforçar o setor de marcação com Nico Freitas, Dourado e Wellington Martins. Outra opção é Anderson, que ainda não começou nenhum jogo de titular na era Argel. Se quiser manter o esquema, basta trocar o suspenso Sasha por Lisandro López. Para a vaga de D’Alessandro, o escolhido seria Alex.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!