Servidores gaúchos mantêm paralisação pelo menos até amanhã

03/09/2015 10:01

A paralisação dos servidores públicos gaúchos não vai terminar nesta quinta-feira, como havia sido decidido em assembleia conjunta no dia 18. Com apenas R$ 600 recebidos pelo trabalho de agosto, os professores já decidiramestender a greve até o dia 11, data prevista para pagamento da segunda parcela, de R$ 800. Familiares de policiais militares (PMs) também anunciam que vão manter os bloqueios de batalhões até a próxima semana. As outras mais de 40 categorias que aderem ao movimento unificado já confirmaram ao menos mais um dia de mobilização e decidem, até amanhã, se vão acompanhar os educadores e PMs em mais uma semana de protestos.

O presidente da Federação Sindical dos Servidores Públicos do RS (Fessergs), Sérgio Arnoud, admite que há opção de muitas categorias por manter os serviços suspensos. “Pelo menos até amanhã a paralisação segue naturalmente e, amanhã à tarde, vamos fazer avaliação da próxima semana. Algumas categorias querem levar até o dia 11, mas temos de ouvir as demais”, afirmou.

Nesta manhã, os trabalhadores se organizam para acompanhar atividades da Assembleia Legislativa. Às 11h15min,  participam de audiência pública que discute o PLC 206, projeto do Executivo que propõe cortes em investimentos e reajustes a servidores. A presidente do Cpers, Helenir Schürer, afirmou que o objetivo é pressionar os parlamentares para a retirada urgente da proposta. Às 14h, mais um ato público ocorre em frente ao Palácio Piratini.

Às 17h, na sede da Fessergs, os representantes do movimento têm encontro com o senador Paulo Paim (PT) sobre projeto de lei para revisar a dívida do Estado com a União. Paim vai representar os três senadores gaúchos, que assinam a proposta. Pelo projeto, a dívida já estaria quitada e, devido aos juros elevados dos últimos anos, o governo federal passaria a dever R$ 5 bilhões ao Estado.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!